terça-feira, 9 de dezembro de 2014

DESEJO DE PELE

DESEJO DE PELE


Sentia o desejo
Transbordando no olhar
A boca murmurando poesia
Enquanto descia 
Pela pele queimando
Salivando vontades
Gostos
Cheiros
Boca vadia
Arrancando gemidos
Gingados.
Corpo 
Ansiando toques
Vibrando 
Ao calor de suas mãos
Percorrendo 
Espaços macios
Recantos escondidos
Proibidos aos olhos 
Até que se mostrem
Em meio ao delírio
Misturados ao doce sabor do querer
Que sem se conter
Explora e explode em tesão
Penetração
Satisfação
E prazer.

KG Kati


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo! Seja um seguidor do blog e comente!