terça-feira, 14 de abril de 2015

Poema - MEUS SILÊNCIOS

MEUS SILÊNCIOS

Silêncio.
Paro pra ouvir
Sentimentos
Que teimam em sucumbir
Por entre abismos da razão
Ouço carências
Evidências
Da falta que me faz
Palavras ditas
Escritas
Por teu saudoso coração
Agora esquecidas
Perdidas por entre o tempo
Dos dias em que esse amor
Não foi em vão.
Silêncio
Paro pra ouvir
Admitir
Ouço somente
Dor!

KG Kati

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo! Seja um seguidor do blog e comente!