quarta-feira, 29 de julho de 2015

Poema - MANHÃ FRIA

Na tão louca manhã de inverno
Quando o calor se interpôs ao frio
Após o desejo que se exauriu
No encontro de corpos
Ofegantes
Ansiosos
Atingindo o infinito
No momento mais bonito
Foi numa manhã de inverno
Lembrando a primavera perfumando outras estações.
KG Kati

ADOLESCENTES - SOMOS TÃO JOVENS!

Querido leitor. Sabe aqueles dias que a gente fica se perguntando onde foi parar o tempo? Onde estão os dias que faltavam para pa...