segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Poema "Ninfa da Grécia" - Mitologia Grega


NINFA DA GRÉCIA

Apareceu por entre os oceanos
Numa miragem tão fenomenal
Que a sedução tornou-se, nos humanos
Encantamento forte e visceral

Filha da deusa, uma de suas ninfas
Casada com o fogo e de olhar fatal
Optou por morar entre as madressilvas
Amou seu homem no pecado original

Gingou suas curvas pelos grandes mares
Viveu no mundo mágico e celestial
Enfeitiçou, levou homens aos bares
Fez –se amante ousada e carnal

Deu sete filhos para o deus da guerra
Amou demais e o amor, lançou-o à morte
Deixou suas sementes no Planeta Terra
Não foi mulher de um único consorte

Quem quiser saber por onde ela anda
Quando estiver largado em braços da bebida
Deixa o amor entrar, pois nele, ela manda
Jamais irá passar de leve, ou despercebida

Se o desejo é a luz do sol, tão quente
Reconheça no olhar da musa e acredite
Na paixão que explode, inteira, de seu ventre
Que se trata, então, sem dúvidas, de Afrodite

Katia Gobbi


Na mitologia grega, Afrodite é a deusa do amor, da beleza e da sexualidade.

Ela foi considerada a personificação do ideal de beleza dos gregos na Antiguidade. E, na Idade Moderna serviu de inspiração para diversos artistas do Renascimento.

Na Grécia antiga, sobretudo nas cidades de Esparta, Atenas e Corinto, ela foi cultuada e associada aos prazeres carnais. Por isso, era também considerada a protetora das prostitutas e daí surge o termo “afrodisíaco”.

Os deuses gregos faziam parte da espiritualidade do povo os quais eram reverenciados e cultuados com ritos, festas e oferendas. Na mitologia romana, Afrodite é correspondente à deusa Vênus.


ADOLESCENTES - SOMOS TÃO JOVENS!

Querido leitor. Sabe aqueles dias que a gente fica se perguntando onde foi parar o tempo? Onde estão os dias que faltavam para pa...